Como trabalhar em agência de publicidade se eu me formei e nunca trabalhei na área?

formadao-publicidade-sem-trabalhar-na-area-camisa-nova
Quando eu estava na faculdade tinha amigos que amavam a publicidade, mas por necessidade tinham que trabalhar em outra área para se sustentar. Após a faculdade, esses mesmos amigos continuam sem trabalhar em uma agência de publicidade. Essa é a realidade de muita gente e acredito que lá no fundo eles desejariam sentir a sensação de estar em uma agência. Por isso, reuni algumas dicas para ajudar quem se formou em publicidade mas está a muito tempo longe da profissão.

Tentei compilar o máximo de dicas baseadas na minha vivência com pessoas nesta situação. Espero que possa te ajudado.

Saiba quais as suas habilidades

Se você acredita que para voltar ao mercado se resume em montar um bom currículo e, em seguida, enviar para as agências, volte algumas casas.

Defina quais as suas habilidades mais expressivas antes de partir para o novo desafio. Elas definirão qual departamento você poderá atuar.

Quem tem habilidade com os softwares de edição de imagens como o Photoshop, por exemplo, tem um caminho natural para a área de criação, mas existem pessoas que não dominam essa área e precisam escolher outras para atuar. Eu, por exemplo, escolhi a área de mídias sociais por não gostar de atendimento publicitário e por não ter habilidade com os softwares de criação.

Network para que te quero?

Geralmente quem está fora do mercado pensa que terá muitas barreiras de entrada e que a competição será desleal com quem é mais jovem. De fato há uma dificuldade, mas ela é para todas as idades e níveis de vida.
Em situações como essa o network tem uma papel importantíssimo. Ele pode ajudar a encurtar o caminho entre você e o decisor da contratação.

Quem já está trabalhando, seja em qualquer área, tem uma lista de network maior em relação a quem está começando.

Você pode entrar em contato com colegas de faculdade, departamento de marketing dos fornecedores, até com a agência, caso tenha, que cuida da comunicação da empresa onde você trabalha.

Todas essas opções são a sua rede de network.

Não esqueça o Linkedin, Cara!

Se há uma rede social que pode exaltar as suas características e experiências é o Linkedin.

A rede foi criada para que empresas e pessoas possam encurtar o caminho entre a contração ou network. Grandes grupos de comunicação anunciam vagas na rede assim como profissionais de renome estão abertas para conversas por lá.

Se você não sabe usar esta rede, saiba que o Linkedin disponibilizou um guia inicial para inciantes.

Procure desenvolver trabalhos voluntários

Essa é uma dica chave para quem deseja qualquer colocação no mercado de trabalho.

Há muitas ONGS precisando de uma ajuda nas suas estratégias de comunicação. Ajudá-las com seu conhecimento e tempo doado, além de contribuir para a melhoria de uma comunidade e ser visto com bons olhos pelos recrutadores, você tem a chance de mostrar trabalhos reais realizados por você e não apenas o currículo e força de vontade.
Os trabalho voluntários rendem portfólios com jobs reais e atuais.

Seja um bom profissional

Quando falo der um bom profissional não refiro ao fato de ser referência em algo ou ser requisitado pelo mercado. Falo de você cumprir objetivos, chegar no horário e entregar as demandas no prazo.
Quantas pessoas você conhece que não indicaria para um trabalho? Não seja esse cara.

Prepare-se para diferenças salariais.

Dependendo da região e mercado onde você irá atuar haverá diferenças grandes entre a remuneração do local atual para onde você pretende ir. Embora você tenha experiência de carteira, você irá iniciar em uma nova profissão. Isso poderá ser levado em conta.

Ter uma reserva financeira é sempre bem vinda, ela evitará sustos no orçamento familiar.

Seja persistente e humilde

Você irá mudar área, por tanto, mesmo que consiga rapidamente uma vaga, não será uma mudança tranquila.

Haverá diferença de culturas organizacionais, diferença dentre idades dos profissionais até de metodologia de trabalho. Por isso não desista nos primeiros obstáculos. Persista.

Ouça com humildade todas as críticas e sugestões que forem ditas. Você só tem a ganhar ao recebê-las.

Deixe uma resposta